Instalar pacote pelo yaourt sem verificar PGP nem checksum no Arch Linux

Depois de muito sofrer pra instalar o ncurses5-compat-libs 6.0+20170902-1 descobri uma solução.

Tava dando erro de PGP, até aí beleza, vou no PKGBUILD, cato o IDKEY, atualizo a chave PGP com C52048C0C0748FEE227D47A2702353E0F7E48EDB

$ gpg --recv-keys C52048C0C0748FEE227D47A2702353E0F7E48EDB

E mesmo assim a merda não funciona. Solução?

yaourt --m-arg --skipchecksums --m-arg --skippgpcheck -Sb ncurses5-compat-libs 6.0+20170902-1

Tem hora que bypassar é a melhor caminho.

Fonte: https://github.com/archlinuxfr/yaourt/issues/108

Preciso fazer um poema



Minh’alma pequena enxerga um tema,
florescem dilemas, mas nada me vem…
Do nada um suspiro; encontro um papiro.
Num instante altivo... e tudo advêm.

São tantos os aflitos, tristezas, não-ditos.
É doce o conflito que amarga o desdém.
Por que o profundo não chega no mundo?
O estático é imundo, e o inerte também.

Palavras medidas? Espúrias! Regidas!
Se tornam fingidas. Não enganam ninguém.
O ego em seu ísmo perverte o lirismo.
Vaidade é um abismo que nada provém.

Os dias fictícios são como hospícios.
Tome um comprimido que afaga o refém.
Fulgor esvaído... queimado, contido
Tal sol em solstício que aquece aquém.

Estrofe polida, poesia atrevida,
mensagem esvaída… dissipa e intervêm.
Semente dispersa, regada e aberta
Consciência liberta, por si só se tem.

O verso sentido, orgânico, fluido,
autopropelido; exala e faz bem.
Listado os indícios, escrevo o início.
Arte é o artifício que a cura detém.

Qual a diferença entre ser radical e ser extremista?

É preciso salientar que as definições que apresento neste texto segue uma lógica oriunda da matemática, etimologia e até da arte. Não sendo, portanto, ainda, consenso por definição clássica.

O dicionário Michaelis define extremismo como:



Podemos observar que, a partir da perspectiva do senso comum, mais uma vez o dicionário está equivocado. Associar extremismo com radicalismo é um erro tremendo, e lhes direi porquê.

É possível comer ração, ops, fibra?

Certa vez comprei o cereal All-Bran (esse da foto), e, julgando o livro pela capa, meu imaginário associou que o produto que além de ser riquíssimo em fibras era delicioso! A parte da fibra era verdade, entretanto, o gosto era uma catástrofe (pra não escrever desgraça).

Resultado de imagem para all bran cereal

Parecia ração de cachorro, quase vomitei. Tentei usar no suco, na vitamina, com leite em pó, na soda caustica mas o bendito parecia ter pacto com a Nossa Senhora da Bosta Mole e Fedida: contaminava tudo o que tocava. Guardei o maldito na armário esperando que, como vinho, um dia, se tornasse melhor.

Precisamos convidar, ser chatos, e insistentes para que haja adesão nos movimentos sociais.

O Raul Hacker Club passou por uma crise interna seguida de reformulação comportamental recentemente, o coletivo não passava tanto por problemas financeiros e sim de adesão. O interesse das pessoas da cidade pelas atividades, ideologia e ativismo está muito longe do mínimo necessário para o espaço se sustentar.



Sempre as mesmas pessoas, nos mesmos lugares, puxando e pautando coisas; com baixa adesão. É importante salientar que quantidade não é qualidade, entretanto, puxar um evento para uma pessoa ou para zero pessoas, não é interessante; é preciso mudar.

Como esta não é uma postura somente na capital baiana, reflito através das Ciências Naturais para entender o porquê e invoco o comportamento conservador da natureza e a 1ª Lei de Newton como argumentos.

Amadurecimento, consciência, mijar na cama, sonhos, pesadelos e controle.

(este texto é um reflexo de quase quatro anos de terapia psicanalítica)

Estava eu, a brincar com outras crianças em um campo lindo, que de tão esverdeado ser me causava uma sensação de paz tremenda. Em algum momento surgia uma vontade muito grande de mijar, urinar, bater o mijão, exaurir os detritos líquidos do organismo (chame como quiser). Afastei-me das crianças, abri o zíper e ao urinar no sonho eu o fiz na cama toda.



O sucesso humano é avaliado por métodos primitivos.

Aleatoriamente leio um desabafo de uma amiga nas redes sociais: “como assim, a perda de um jogo fez o técnico ser demitido?”, independente de outras nuances que motivaram a demissão do técnico, algo mais profundo foi captado por ela: a sociedade é imediatista, os indivíduos são imediatistas.



O imediatismo é uma postura primitiva por natureza. Se relaciona com a racionalidade a mera luz da ignorância, e o pior: o imediatismo está no futebol, no trabalho, na política, e, consequentemente, em todas as relações sociais.

Por que postura primitiva?

Os laços que nos afetam - os amigos, e os amigos dos seus amigos.

 No filme Na Natureza Selvagem, o jovem Christopher McCandless se rebela contra a família e parte, sem avisar ninguém, para uma aventura pelos Estados Unidos. Coloca fogo em seu dinheiro, abandona o carro e segue pedindo carona, contando com a ajuda de desconhecidos. Seu objetivo é chegar ao Alasca, onde pretende viver a maior das aventuras: ficar, finalmente, sozinho, longe da hipocrisia das pessoas. Chris atinge seu objetivo e chega a uma floresta coberta de neve, onde vive só por semanas.



Tê-la

Ter-te em mim, é ter-me em brasa.
Combustão em corpo e alma,
floreada chama externa.

Ter-te aqui, é ter-me em casa.
No teu peito, existo em calma...
paz em cura, cura interna.

Ter-te assim, é ter-me em causa.
Meu anseio, em ti, espalma
e a volúpia faz-se terna.

Ter-te enfim, é ter-me em valsa.
Rosto em rosto, palma em palma,
e a paixão se faz eterna.