A história contada nos livros e a verdade absoluta.

O surgimento da história veio da escrita, dos registros (a)temporais, dos "fatos" como prova. Alguns desses "fatos", foram escritos por observadores, testemunhas, pessoas que viveram a época, a história. São por esses que a história é construída.

Ser solidário, partidário ou ser otário?

Ontem, ao pedir um salgado na lanchonete do IM, um velho ao ler o que tinha estampado na minha camisa, perguntou:
– Engenharia popular e solidária? Como assim? Você é cotista?
Respondi sem expressar nenhum julgamento, com um semblante e tom de voz ainda amigável:
– Não, estudei numa deficiente escola particular em Cajazeiras, um dos bairros mais pobres de Salvador, já ouviu falar?



– Já, Cajazeiras virou uma cidade... como assim engenharia solidária? Que engenharia você faz?
– Elétrica. O solidarismo está em levar o conhecimento das engenharias, que é uma área estupidamente elitista, para as favelas... tornar acessível para as pessoas. Principalmente as que mais precisam, torná-la popular e desmistificar...

Neste momento ele interrompeu meu discurso de forma nada educada:
– Você é petista?
– Não, qual a relação disso com o PT?